O que Simon Sinek nos pode ensinar sobre o “Porquê”

O que Simon Sinek nos pode ensinar sobre o Porquê

Qual é o teu Porquê?

Sempre senti que via o mundo de forma diferente. Que estamos cá para mais do que “levantar, ir trabalhar, voltar para casa e pagar contas”. Desconhecia o meu “Porquê”, o que fazia sentido para mim, me fazia vibrar de emoção e pôr os olhos a brilhar. Sonhava em deixar um impacto neste Mundo, em ajudar os que me rodeiam, em viajar e dar a volta ao mundo, em sorrir mais quando me levantava de manhã.

Decidi que tinha de descobrir e no caminho em que me encontrava há 6 anos, era o mesmo de sempre e não me dava respostas.

“Insanidade é fazer as mesmas coisas e esperar resultados diferentes.” – Albert Einstein

Eu sabia disto, mas teimava em esperar que as respostas caíssem do céu ao meu colo, com um caminho fácil para eu simplesmente seguir. Conclusão: não ia acontecer!

Então, comecei a dedicar-me a descobrir o meu “Porquê” e o meu Propósito, contactando com realidades diferentes e saindo da minha zona de conforto, explorando paixões e descobrindo-me no processo.

Qual é a importância de ter um propósito?

A realidade hoje em dia com a nossa juventude é exactamente esta que ele descreve, somos vistos como uma geração “perdida”, mas somos o resultado da soma da educação parental e da própria sociedade. Levamos um choque com a realidade do trabalho, tão diferente do que pensávamos que era e do próprio impacto que queríamos deixar na mesma.

Resultados? Um estudo realizado em 2013 e analisado pela Direcção Geral de Saúde, revela que as perturbações psiquiátricas afectam mais de um quinto da população portuguesa, destacando-se 16,5% de perturbações de ansiedade e 7,9% de depressivas.
Por seu lado, em Maio de 2014 a Organização Mundial de Saúde refere que a depressão afecta fortemente os adolescente entre os 10 e 19 anos.

Por diversos motivos como:

  • Insatisfação no trabalho
  • Stress
  • Desemprego
  • Divórcio
  • Dificuldades em ultrapassar obstáculos
  • Problemas familiares

A sensação de que a vida não tem significado, não é divertida e que não há nada pelo qual valha a pena viver.

Já sentiste e passaste por isso? Já sentiste que não sabias para onde ir? O que falta então? Qual é o teu propósito?

Simon Sinek é um optimista e visionário, que ensina líderes e organizações a inspirarem as pessoas. O seu propósito é ser uma peça fundamental da mudança no mundo, em que a maioria das pessoas se sinta realizada nos seus trabalhos diariamente, inspirando-as a fazerem aquilo que as inspira e a trazer a melhor versão de si mesmas para fora, tal como pudemos perceber pelo vídeo e como expressa numa entrevista ao site Enterpreneur.

Neste âmbito, o seu trabalho é focado nas organizações e na sua forma de liderança, para que se foquem mais nos seus “Porquês”, no impacto que querem deixar, pois é isso que vai realmente conduzir as pessoas que aí trabalham.

Autoconhecimento: quem sou eu e que vida quero viver?

Numa TED talk em 2009 – “How great leaders inspire action” – Simon explica o “Golden Circle”, e como normalmente as empresas começam por pensar e agir, focando-se no “Como” e no “Quê” e não começam de dentro para fora, pelo “Porquê”, e o mesmo acaba por acontecer connosco, enquanto pessoas individuais.

Precisas de te conhecer a ti mesmo, as tuas paixões e talentos, e essas respostas não estão no mundo exterior, estão dentro de ti! Ninguém te conhece melhor, que tu próprio.

Tal como já partilhei, eu sabia que tinha imensos talentos, que adorava fazer várias coisas, então porque tinha de passar a maior parte do meu tempo a fazer apenas uma coisa? E as outras partes de mim, quando teria tempo para elas e quando queria aprender a traçar um caminho diferente e rumo à descoberta desses talentos?

Infelizmente, a sociedade impõe-nos uma determinada ideia sobre o que o sucesso deve ser e confunde a diferença entre realização pessoal e propósito.

Eu cresci com aquela ideia de que o caminho para o sucesso era fácil de seguir: estuda muito, tira óptimas notas, vai para a faculdade, arranja um trabalho, coloca muito trabalho e sê pro-activa e dinâmica que vais conseguir progredir na carreira, depois casas, tens filhos e, muito tempo depois, aposentas-te com uma excelente reforma e aí aproveitas a vida.

Como vimos no 1º vídeo, a nossa geração cada vez mais percebe que a realidade já não é esta e que somos preparados para uma Era Industrial que já não existe, em que para os nossos pais fazia sentido este caminho. Estamos na Era Digital, onde valorizamos mais a liberdade e maior controlo de tempo.

O caminho para a nossa felicidade e sucesso é outro, o que valorizamos é diferente! Por isso, não te esqueças: tu és o protagonista da tua própria vida e o escritor da tua história! Descobre o caminho que te faz levantar e fascina todos os dias!

Descobre-te e inspira-te

Fecha os olhos e imagina o que gostarias de estar a fazer amanhã! Começa a dar os passos no caminho do autoconhecimento com algumas ferramentas inspiradoras do Simon.

“As for my cause, I want to be a part of changing our world. I use business as a vehicle not because I care deeply about business. I don’t. What I do care about deeply is impacting people.” – Simon Sinek

LeadersEatLastStartWithWhy.jpg

TogetherIsBetter

Começa em ti e em seres feliz, por isso neste caminho de pensares no teu “Porquê”, deixo-te com uma pergunta:

Se dinheiro não fosse um problema e tivesses total garantia de sucesso, o que fazias amanhã?

Se gostaste deste artigo e queres ajudar outras pessoas a pensarem sobre o seu “Porquê” e Propósito, partilha-o através dos botões em cima do lado esquerdo, e ajuda-me a passar esta mensagem.

One Response

Leave a Comment